Japão | Cicatrizes de História

Memórias de um pacífico Inferno, Hiroshima Fevereiro 2017 *Nota Prévia: Celebra-se hoje o 75º aniversário desde o dia em que a cidade japonesa de Hiroshima foi dizimada pela primeira bomba atómica utilizada contra uma nação e seres humanos. Ainda se seguiria uma segunda bomba, largada pelos norte-americanos sob a cidade de Nagasaki (Japão), três dias … Continue a ler Japão | Cicatrizes de História

Novidade | Uma épica viagem na Arábia Saudita em mini-série documental (YouTube)

Caros(as) Seguidores(as) d'O MIGS, Bem sei que 2020 está estranho para todos. Vivemos um momento inédito de confinamento à escala global e subitamente, num mundo de fronteiras abertas, as paredes de casa tornaram-se intransponíveis. Mas também aqui n'O MIGS os artigos andam muito diferentes daqueles a que vos acostumei. Ainda não tinha partilhado neste espaço … Continue a ler Novidade | Uma épica viagem na Arábia Saudita em mini-série documental (YouTube)

Egipto | Quando o turismo usurpa a inocência infantil

Memórias de uma armadilha, Assuão Março 2018 Por esta altura, já o Egipto os havia acolhido há quase uma semana. Os seus ritmos já se coadunavam com o ritmo dos locais, a intensidade dos odores havia-se tornado cómoda e habitual e o frenesim turístico, recorrente em cada esquina, era cada vez mais translúcido aos seus … Continue a ler Egipto | Quando o turismo usurpa a inocência infantil

Novidade | Nova imagem, o mesmo blogue

Caros(as) Seguidores(as) do Migs Travel Tales, Não estranhem este artigo tão diferente do habitual. Venho contar-vos um, ainda, pequeno segredo. Quando criei o blogue, não sabia o nome, pelo qual deveria ser chamado. Não sabia se haveria de escrever em português ou inglês. Só tinha uma certeza. Falaria de viagens de uma forma diferente da … Continue a ler Novidade | Nova imagem, o mesmo blogue

Taiwan | Porque as aparências iludem

Memórias de uma última viagem, De Taipé a Taichung, Dezembro 2018 Aquela azáfama matinal, presa naquela escuridão da plataforma e na frieza desconhecida das paredes, imbuía Migs no espírito da hora de ponta de uma metrópole daquelas proporções. Os comunicados sucediam-se e os encontrões "sociais" também. O comboio, imaculadamente branco, iluminava o túnel que o … Continue a ler Taiwan | Porque as aparências iludem