Cuba | A máquina do tempo

⊗ Actualizado a 3 de Maio de 2019

Procuras histórias e relatos sobre viajar em Cuba? Nesta página, encontras importantes informações, várias dicas e o meu roteiro de viagem em Cuba, para uma preparação segura e confiante, que te levará ao melhor do país!  

Conteúdo

  1. Artigos do Blogue
  2. Introdução
  3. Informações Gerais
  4. Itinerário 1ª Viagem
  5. Itinerário 2ª Viagem
  6. Dicas de Viagem

◊ ARTIGOS DO BLOGUE

Como mencionado na política editorial do blogue – que pode ser lida no Guia para perceber O MIGS – um dos principais focos é a partilha e divulgação de histórias, experiências e aventuras em formato literário, o que não impede que se adicionem informações de carácter utilitário.

Assim, basta clicar AQUI para ler todos os artigos publicados, até ao momento, sobre Cuba.

◊ INTRODUÇÃO

Cuba é uma ilha e país localizado na região das Caraíbas, à entrada do Golfo do México e a cerca de 180km do estado da Florida. A sua capital e maior cidade é Havana, um local histórico do país e um marco da época colonial no continente americano.

O Migs foi a Cuba duas vezes, em Agosto de 2006 e, novamente, em Agosto de 2007, descobrindo regiões distintas em cada viagem.

Conhecida por ter sido o epicentro de algumas das maiores disputas geopolíticas do século XX, Cuba transformou-se num local singular, onde as marcas coloniais espanholas se fundem com as influências vindas dos Estados Unidos e da União Soviética. O país é uma autêntica máquina do tempo, transportando quem o visita, para outras eras, ritmos e culturas. Um paraíso para ser descoberto.

 INFORMAÇÕES GERAIS 

Cuba_ID

 ITINERÁRIO 1ª VIAGEM 

Dia 1

Chegada e transporte para hotel em Varadero;

Dia 2-5

Praia em Varadero;

Dia 6

Havana;
Plaza de la Revolución;
Centro histórico de Havana;
A Catedral, a Bodeguita del Medio, a Fortaleza, o Capitólio e o Hotel Nacional;
Malecón;
Volta de CocoTaxi;

Dia 7-8

Praia em Varadero;

Dia 9

Vilarejo de Varadero e Matanzas;

Dia 10-11

Praia em Varadero;

Dia 12

Parque Nacional Ciénaga de Zapata;
Baía dos Porcos;
Laguna del Tesoro;

Dia 13

Praia em Varadero;

Dia 14

Saída de Varadero e de Cuba;

 ITINERÁRIO 2ª VIAGEM 

Dia 1

Chegada a Holguín e transporte para hotel em Guardalavaca;

Dia 2-4

Praia em Guardalavaca;

Dia 5

Holguín – o centro histórico da cidade;

Dia 6-7

Praia em Guardalavaca;

Dia 8

Parque Nacional Sierra Maestra e Parque Nacional Turquino;
Santiago de Cuba;
Castillo del Morro;
Cemitério de Santa Ifigenia e Mausoléu de José Martí;
O centro histórico da cidade;
Quartel-General de Moncada;

Dia 9-11

Praia em Guardalavaca;

Dia 12

Cayo Saetía;

Dia 13

Praia em Guardalavaca;

Dia 14

Saída de Holguín e de Cuba;

 DICAS DE VIAGEM 

Segurança

  • À última data em que estive em Cuba (Agosto 2007), as condições de segurança nos locais onde estive eram boas;
  • Em Havana, contudo, à semelhança do que acontece em grandes cidades da América Latina, dever-se-á ter cuidado com carteiristas e roubos de rua em zonas muito movimentadas;

Transporte

  • A rede de transportes públicos em Cuba é bastante rudimentar;
  • Entre os visitantes, o aluguer de viatura própria e a compra de excursões organizadas são os principais métodos de transporte utilizados. Entre a população local, o sistema de boleias e os autocarros são os métodos de transporte predilectos;
  • Em Havana, os CocoTaxi são um popular meio de transporte para deslocações no interior da cidade;
  • A empresa de transporte de autocarros Viazul tem uma oferta extensa e adequada às necessidades dos viajantes. Para mais informações, clica aqui;

Dicas Gerais

  • O primeiro conselho é partir à descoberta do país. A tendência de se ficar confinado aos principais destinos turísticos em Cuba é prática comum, mas há uma grande variedade e diversidade de locais que merecem uma visita. Um dos casos mais evidentes que tenha acontecido numa das minhas viagens foi Santiago de Cuba e os arredores, que pela sua importância histórica e beleza natural são um dos pontos mais interessantes numa visita a Cuba;
  • Os turistas e os habitantes locais não utilizam a mesma moeda. O Peso Convertível é uma moeda criada pelo governo cubano para utilização dos turistas. O seu valor fora do país é nulo e não passível de câmbio;
  • Sendo Cuba um país com um regime político controverso e mais fechado, aconselho a que os símbolos políticos do país sejam sempre respeitados e que não se denigram as suas imagens publicamente. O país não é visto como um local onde os direitos humanos sejam respeitados na íntegra, dada a existência de prisioneiros políticos e os limites impostos à liberdade de expressão;
  • Nos meses de Verão, Cuba é afectada pelas tempestades tropicais e furacões que se formam no oceano Atlântico e se desenvolvem até às Caraíbas. Embora ambas as minhas viagens tenham ocorrido em Agosto, apanhei quase sempre óptimas condições meteorológicas, com excepção dos dias da passagem da tempestade tropical Ernesto;